CIDADÃ DE PRESIDENTE VARGAS DESABAFA AO VER A TRISTE REALIDADE DE PRESIDENTE NA ÁREA DA SAÚDE.

abril 21, 2022 4

Ontem tivemos no povoado boca do campo num momento de tristeza e de dor de mais uma família que perdeu seu ente querido e ouvimos e vimos ali no meio dos familiares estampado no rosto a indignação da falta de infraestrutura e prestação de socorro devido a uma pessoa que hoje não tá mais entre nós.

E por meio deste veículo de comunicação recebemos uma nota de repúdio e indignação.

Olá, Boa noite!! Primeiramente me chamo Iracelma  Rodrigues dos Santos, e venho por intermedio desse texto representando todo o povo de Presidente Vargas  e os povoados vizinhos, especialmente os que se localizam do outro lado do rio(Estiva, Boca do Campo, Gaiolinha, Recanto, etc...). 

Sendo hoje dia 21 de abril de 2022, foi sepultado mais um membro de minha família, Alexandre dos Santos, meu primo de 42 anos que foi vítima de um AVC hemorrágico (derrame). 

Portanto, gostaria de salientar o quanto os nossos municípios estão abandonados, ou seja, se porventura uma pessoa  vier adoecer e precisar de socorro imediato, as chances desse sobreviver são mínimas. 

Umas vez que, não temos nenhuma estrutura para que sejam prestados os primeiros socorros.
O Alexandre teve o AVC as 17:00 horas, e os primeiros km (quilômetros) que ele teve que percorrer, foi sendo encima de uma moto, arrastando seus pés na lama, devido as péssimas condições das estradas, além do fato de que ao chegar à beira do Rio, o mesmo teve que passar horas para atravessar este dentro de uma canoa, sem segurança nenhuma, ficando exposto ao sol, agravando ainda mais seu quadro clínico de saúde. 

Ao todo, ele percorreu cerca de 15km apenas por meios próprios. 
Posteriormente, por volta das 20:00 horas, Alexandre chegou, na unidade de saúde do município de Presidente Vargas e não havia nenhuma ambulância (descaso), para que ele fosse conduzido até a Capital por um meio de transporte adequado, ou seja, ambulância. 

Parentes e amigos, tiveram que falar com o diretor desta unidade de saúde de Presidente Vargas para que fosse solicitado uma ambulância de outro município vizinho já que mesmo não teve a atitude e visão da gravidade da situacao. 

Chegando em São Luís por volta das 02:00 da madrugada  sem um cateter de O2 (oxigênio),  em razão disso, ocasionando assim seu quadro de saúde.
Outrossim, ao da entrada no hospital municipal djalma marques, mais conhecido como socorrão1 em São Luís, e ao receber o devido atendimento médico, já não havia muito o que fazer pelo mesmo, mediante ao tempo que ele perdeu sem receber os devidos cuidados, por mais que o  médico que estava no plantão tivesse capacidade de oferecer o devido atendimento, mais a unidade hospitalar não tem estrutura.
No mais, cadê você Prefeita? Eu a conheço desde pequena, e tinha esperanças que vc mudaria a realidade do nosso povo, por ser jovem, conhecer a cidade e seus respectivos povoados, a sua realidade, além de conhecer todas as leis. 

Você acha que tá certo, as pessoas pagarem pela própria vida? O Pontão que foi tão prometido durante a campanha eleitoral,será se la aonde ele estar na vila jari tem alguma serventia pro nosso povo sofrido lá do outro lado rio? além da melhora da saúde que é um direito determinante de cada cidadão em meio a uma sociedade?
Há exatamente 3 anos atrás, o Hospital de Presidente Vargas, possuía 3 ambulâncias, e o que foi feita com elas, e as outras, cadê? 

O Alexandre não foi o primeiro, e muito menos será o último se caso essa quadro perdurar, não sendo tomado as devidas providências. 

Anos atrás perdi meu pai na mesma situação, Otávio Rodrigues dos Santos e meses atrás perdi meu tio Vicente Aguiar, da mesma forma, gostaria que você se colocasse em no nosso lugar, o sentimento de dor, decepção, raiva por ainda está  assim em pleno século XXI, aquele povo se encontrar nessas circunstâncias não mudando em ralação a 30 anos atrás, onde as pessoas atravessavam aquele Rio, doente, em meio a Rede, a única diferença para os dias atuais, é que hj esse deslocamento é realizado por meio de motocicletas, mas ainda assim, as pessoas buscam pela sua própria sobrevivência, com seus próprios meios de transporte, e o que tiver a dispor. 

Prefeita, o mínimo que deveria ser feito era que você dispusesse de um pequeno cômodo na beira do Rio, com um profissional da área da saúde, além de um transporte 24hrs no mesmo local, para que episódios como estes parem de progredir e venha acontecer com outras pessoase famílias tenha dó e ponha a mão na consciência.

Eu se fosse uma secretária de saúde ou um parlamentar da sua base não tinha cara de estar num local duma situação como aquela de ontem.

JORNALISTA:JOSINALDO SOARES REGISTRO:0001662/MA

4 Comentarios "CIDADÃ DE PRESIDENTE VARGAS DESABAFA AO VER A TRISTE REALIDADE DE PRESIDENTE NA ÁREA DA SAÚDE."

avatar

É revoltante vê o povo desses municípios sofrendo ,sem direito a saúde e educação ,transporte, cadê a prefeita ?porquê não cumpre as promessas políticas, até quando vamos vê pessoas morrem por falta de acompanhamento médico ,porque não tem acesso um atendimento médico ,idosos impertenso não tem acompanhamento,nem medicamentos, crianças, mulheres grávidas, tudo isso é um descaso muito grande com essa população que vive em situação precária na saúde pública ,até quando essas pessoas vão continuar morrendo por negligência da prefeitura que não sabe administrar e cuidar da população que o elegeu ,algo tem que ser feito para mudar essa situação.

avatar

Revoltante família toda arrasada com o descaso triste

avatar

A situação desses povoados é vergonhosa, as pessoas não podem mais viver assim, completamente abandonados. É REVOLTANTE!! Cadê as autoridades competentes, só aparecem quando querem voto? Chega!! È hora de mudar essa triste realidade.

avatar

E as eleições tá chegando vai aí pedir votos.